What NYC looks like after months of struggling with COVID-19

Today marks three years after I left my country to try to live the so-called American Dream, just like thousands of immigrants naively do. I chose moving to New York City because this place stole my heart the very first time I landed at the JFK. Its excessive dimensions, recurring noises, extra energy and limitless possibilities got to me and made me change everything I’ve ever known to chase a more interesting and challenging life. But this city looks so different now…

Having it been hit badly by the COVID-19 pandemic, I didn’t take the train uptown for three long months. Because of the lockdown, I had to stay at home in a Brooklyn basement to save myself from getting sick or spreading the virus to others. Now, some might say things are better, safer, even calmer. I sort of beg to differ.

Black Lives Matter signs are everywhere

NEW YORK LOOKS DIFFERENT

I believe the pandemic might have brought some advantages such as pollution and traffic reduction, but Manhattan looks dirty and grim, resembling more the infamous Gotham City than the well-known Big Apple.

Perhaps I was desensitized before but I also noticed more people living on the streets this time around. I was hoping it was just my distorted vision of things until I found this Politico article talking about an increase in homelessness in New York.

Then, something else caught my eyes. Even though my favorite cookies shop remains closed and I received a text message saying that a Brazilian beauty salon wouldn’t reopen at all, I believed these were exceptions. After I finally return to the city, I’m forced to face reality. The Indian eyebrow threading place I used to visit seems to be abandoned and so is the deli next door with a sign hanging on its wall that reads: FOR RENT.

It’s sad to see how New York looks broken down, desolate, sketchy. As if it has become partially a ghost town or been dealing with of the toughest economic crisis in history. Well, as a matter of fact, it’s both.

Loads of positive words can be found on NYC city walls to motivate residents.
Loads of positive words can be found on NYC city walls to motivate residents.

NEW YORK SMELLS DIFFERENT, TOO.

The subway is busier nowadays if you compare to the beginning of the outbreak. But if you ever have the chance to ride it in the middle of a random afternoon, some stations can be found totally empty. Its quietness leaves room for more perceiving and less complaining.

The tiled walls look cleaner and more charming. But it’s the stuffed air that touched me. New York subway is old, we all know that. The first station was opened to the public in 1904. And boy, now I can smell how ancient it is. Think about visiting an old house that has been turned into a museum. Just like the Montmatre Museum in France. It smells exactly the same. Funny fact: this time I didn’t recognize piss or sweat in the air. More than sniffing old wood or rusty structures, what I inhaled was history and the good old days.

It’s possible that you will find more pigeons than people on the streets.

I know things might never be the same after this health disaster we’re all going through. Jobs have been lost, businesses closed doors, people lost loved ones. Still, oh, how I wish I to see the New York tough that Cuomo insists on calling the state and its residents. NYC was built to be lively, busy and resilient. Not drab or deserted. So yes, it will get through this. I know. It just might not be enough to survive the illusion of my three-year-old American Dream.

Tudo é uma questão de empatia

A previsão do tempo de domingo dizia sol e calor. Fui passear, gravar vídeo no meu bairro e depois voltei pra casa pra relaxar. Como era fim de semana, me dei um desconto e pedi comida no Uber Eats. Percebi que o entregador chinês vinha andando e já pensei: “ih, vai demorar.

Aqui em Nova York é comum ver gente fazendo entrega a pé. Como eu não tava com muita fome, não achei tão ruim. Mas, minutos depois, caiu o mundo. Ouvi barulho de trovão e meu namorado disse que viu um raio quando estava no carro.

Depois, recebo notificação avisando que a comida ia atrasar. Tudo bem! Só quem tomou um banho de chuva nessas tempestades do verão de Nova York sabe como é forte e pode deixar tudo encharcado. Por isso, mandei mensagem pro moço e disse: “Tudo bem se precisar cancelar. Não sabia que ia chover tanto.

Fiquei sem resposta. Ele não me retornou, mas também não cancelou. Devia estar precisando do dinheiro. Tempos de pandemia, né?!

Bom, a estimativa dizia mais 15 minutos e o mapa dizia que o entregador estava desorientado. Perdidinho no meu bairro! Respirei fundo. Mas lembrei como é horrível esse toró. Uma vez até perdi meu par de Vans cor de rosa numa dessas chuvaradas inesperadas.

Por fim, o entregador chegou pontualmente. Na mesma hora que o meu namorado, que foi quem recebeu a sacola.

Agora deixa eu confessar uma coisa: 

No começo, quando o rastreamento parecia louco e o atraso crescente, já tinha decidido deixar uma avaliação baixa pro rapaz. Mas, no fim, tudo chegou certinho. Não tinha pra quê reclamar, né? Fiquei de boa.

Pula pra quinta-feira: dia que eu dou aulas pra alunos na China e Taiwan manhã e noite.

Na última aula da manhã, um aluno aparece faltando dois minutos pra acabar a aula (!!!). Pensei na hora: se eu não falar com ele, ele vai pensar que o ignorei e ele vai me deixar uma nota baixa.

Basta eu receber uma nota oito pra baixar meu rating e me fazer perder dinheiro. Então, falei com ele, meio que rápido, e torci pra ele não me prejudicar. 

No mesmo dia, mas agora no turno da noite, dou atenção aos quatro alunos equivalentemente. Sou paciente, sincera, carismática. Explico tudo direito. No fim, recebo nota oito de um aluno que eu ajudei bastante. 

Se vai baixar o salário no fim do mês? Talvez. Mas já foi o bastante pra me desanimar e lembrar como eu odeio esse sistema de avaliar pessoas tão rapidamente e superficialmente. 

Lá no domingo, eu quase estraguei o dia de alguém se não tivesse tido um pouco de empatia. Na quinta, estragaram o meu. Seria legal se mais pessoas tivessem o mesmo pensamento de se preocupar com os outros também.

Não sei quem inventou essa modinha de dar estrelas ou notas pra profissionais em sites ou aplicativos. Mas, se eu pudesse voltar no tempo, diria para o cidadão o seguinte: “meu amigo, tente fazer uma entrega de comida a pé no meio de um temporal ou dar aula de inglês online pra alunos chineses.Aposto que ele ia desistir dessa idéia maledita.

Como Comprar Ingressos Baratos da Broadway em Nova York

Gosta de musical ou peça de teatro? Então, reservar um pouco de dinheiro pra ir a algum espetáculo da Broadway em Nova York é necessário. A qualidade das obras é impressionante e vai te garantir uma experiência única. Depois de passear o dia inteiro, nada melhor do que fechar a dia com um pouquinho de arte. Tem algumas maneiras de comprar ingressos por um preço bem mais barato. Eu já usei a maioria delas e deu super certo. Se liga nas dicas:

Loteria da Broadway

Funciona mesmo! Eu já perdi as contas de quantas vezes fui sorteada na loteria da broadway. Comece por aqui: entre nesse site maravilhoso www.broadwayforbrokepeople.com e procure o musical que você tem mais interesse. Lá você vai ver qual a melhor maneira pra tentar a loteria com informações úteis como horários, endereços dos teatros, datas de inauguração ou encerramento e muito mais.

A loteria geralmente funciona com entradas para todos os dias (exceto feriados ou segundas-feiras).

Cada musical tem uma maneira diferente de sortear ingressos: através dos próprios site, aplicativos ou parceiros, como Lucky Seat ou Broadway Direct.

Os ingressos costumam sair muito mais em conta do que o preço integral, por exemplo: Aladdin ou O Rei Leão saem por 30 dólares mais taxa de serviço.

www.broadwayforbrokepeople.com

Ama musicais? Não se preocupe. Tem maneiras de assistir peças da Broadway por preços bons!

Broadway Roulette

Esse é bem legal mas você precisa contar com um pouco de sorte. Primeiro, acesse www.broadwayroulette.com e retire da lista 4 espetáculos que você NÃO quer ver.

Depois, preencha com dados pessoas e dia que deseja ver a peça. Por fim, o site se encarrega de rodar a roleta e escolher um musical pra você assistir por valores bem mais acessíveis – na média de 49 ou 59 dólares mais uma taxa de serviço.

www.broadwayroulette.com

Aplicativos

Tem uma variedade de aplicativos pra te ajudar a comprar peças com desconto. Esses são os mais utilizados: Telecharge, TodayTix, Linctix ou Hiptix.

Já algumas peças desenvolveram os próprios aplicativos e fazem a loteria através deles. É o caso de Harry Potter and The Cursed Child e Hamilton.

O musical Hamilton tem o próprio aplicativo para sortear ingressos mais baratos!

Broadway Week

Duas vezes ao ano você pode comprar 2 ingressos pelo preço de 1. Ou seja, dá pra garantir ingressos por 50% de desconto. Mas atenção: esgota rapidinho, hein?! Por isso, confira as datas no site abaixo para planejar e comprar as entradas antecipadamente!

https://www.nycgo.com/broadway-week

Para os apressadinhos: General Rush ou SRO (standing room ovation)

Não quer contar com a tecnologia mas tem pressa? Tudo bem. Essa opção é mais antiga mas funciona. Vá direto ao teatro que tem o seu musical escolhido horas antes da apresentação começar. Com sorte, ingressos que não foram vendidos estarão disponíveis com um precinho amigável. O problema é que, às vezes, esses ingressos podem ser em assentos com visibilidade parcial ou até ser em espaços que o convidado tem que assistir tudo de pé!

TKTS

Compre ingressos para o mesmo dia da apresentação nas cabines da TKTS. Elas estão localizadas em três endereços diferentes: na Times Square (a mais lotada), Lincoln Center ou South Street Seaport. Procure se informar dos horários de funcionamento e chegue cedo para conseguir as melhores cadeiras e preços.

TKTS Times Square: 7th Ave (212) 912-9770

TKTS Lincoln Center: 61 W 62nd St (212) 912-9770

TKTS South Street Seaport: 190 Front St (212) 912-9770

https://www.tdf.org/.

Qual musical você mais sonha em assistir? Me conta aqui!

Things To Do in Spring in New York

Phil predicts an early spring this year. Even though Groundhog Day’s results are far from being accurate, it’s always good to plan ahead and prepare for the coming season. If you’ve already booked a trip to New York, let me help you with some ideas on what to do when the cold is finally replaced by heat waves in the city!

The Edge

After the craze that came with the Vessel, now there’s a new spot that is expected to attract a high volume of tourists and locals. I’m talking about the highest outdoor sky deck in the Western Hemisphere: The Edge. The newest (and coolest?) observatory will be open to public in March but you can already buy tickets online. Regular passes include:

  • access to glass floor (look 100 stories straight down);
  • a free digital souvenir photo;
  • angled glass wall (yep, you can lean on it!);
  • the skyline steps;
  • the eastern point.

Before you head all the way up – note that you’ll be 1,100 feet above the ground – you’ll be marveled with an immersive multimedia experience. Then, once you get to the observation deck, you can also grab a cocktail at the champagne bar while you enjoy the 360° views.

FYI: prices are a little cheaper if you buy in advance on the website. The flex pass – it allows you to pick a date and time slot with flexibility – is a lot more expensive!

For more information: https://www.edgenyc.com

Brooklyn Botanical Garden

This is for people who don’t mind a big crowd: visiting the Brooklyn Botanical Garden in spring a classic for most residents who want to be around some nature without traveling far.

While many visitors focus on Manhattan’s Central Park, keep in mind there’s a lot to see in the other boroughs. Brooklyn, for instance, has the amazing Prospect Park, where you can find beautiful cherry blossoms in the Botanical Garden. But as I said previously: during peak season it is often full.

Prices:

Adults $18; Seniors (65+)$12; Students 12+ with ID $12; Children under 12 Free; Winter weekdays (December–February) Free.

For more information: bbg.org

Central Park & Conservatory Garden

If you’re not in the mood to cross the East River and hop on the subway all the way to Brooklyn, it’s okay: Central Park is always a good idea. But this time you might want to walk a bit further: the Conservatory Garden can be found on 5th avenue and 105th street.

This is a good option if you’re looking for a free of charge, quiet and formal garden with three distinct areas. It’s usually open from 8am until dusk. Additionally, you can make the most out of this experience and take the time to also visit the Museum of the City of New York located on 5th avenue, between 103rd and 104th street.

For more information: https://www.centralparknyc.org/attractions/conservatory-garden

Planting Fields Arboretum

You might need to get a car for this one: located in Long Island, Planting Fields Arboretum is a perfect place to go on a family day trip. The arboretum and state park cover over 400 acres which also includes the Coe Hall Historic House Museum, The Camellia House, The Main Greenhouse and the Italian Garden.

It’s ideal for those who want to learn more about history, architecture and botany, take some beautiful pictures or just have fun around some dazzling trees, flowers and plants.

For more information: https://plantingfields.org/

Which of these spring activities sound like a great idea for you? Share in the comments below!

THINGS TO DO IN NYC: A Rainy Day in Downtown Brooklyn

Sometimes you plan your trip, and then rain happens to be on the forecast. If this happens to be the case, it’s totally cool since there’s a lot to do in New York even when the weather is not that great. So this is what I like to go on rainy days in downtown Brooklyn:

New York Transit Museum

Everyone who visits or lives in NY might complain as much as they like about the city’s subway, but we can’t deny how important it is to keep this city running. That’s why I recommend visiting the New York Transit Museum. You’ll get to learn its history and see how trains looked like through different times. I like the fact that is not that big so you don’t spend so much time there and the price is definitely affordable. In case you type the address on your maps app and still struggle to find the location, note that the entrance is actually a deactivated subway station. Super cool!

More information on tickets and hours: nytransitmuseum.org‎

Go thrift shopping

Buffalo Exchange in Brooklyn

Feel like shopping but still don’t wanna spend a lot of money? Thrifting is the answer! Here are some options in the Downtown Brooklyn area:

  • Buffalo Exchange (walking distance to the New York Transit Museum) – 109 Boerum Pl, Brooklyn, NY 11201, United States
  • Housing Works Thrift Store – 150 Montague St, Brooklyn, NY 11201, United States
  • Goodwill – 258 Livingston St, Brooklyn, NY 11201, United States
  • Out of the Closet – 475 Atlantic Ave, Brooklyn, NY 11217, United States

Visit a cute bookstore

Books Are Magic

This is a tip for my fellow bookworms: check out the cutest bookstore of all Kings County: Books Are Magic. You can find other independent stores nearby and the good old Barnes & Nobles. Here are my suggestions:

  • Books Are Magic – 225 Smith St, Brooklyn, NY 11231, United States
  • Greenlight Bookstore – 686 Fulton St, Brooklyn, NY 11217, United States
  • Unnameable Books – 600 Vanderbilt Ave, Brooklyn, NY 11238, United States
  • Freebird Books & Goods – 123 Columbia St, Brooklyn, NY 11231, United States
  • Barnes & Nobles – 106 Court St, Brooklyn, NY 11201, United States

Eat something GOOD

Not into ramen? Grab a bite at Luzzo’s!

Rainy days call for a special and warm meal. I strongly suggest you to stop by Danbo for some mouth-watering ramen and juicy dumplings – the best part is that you get to order as many portions of noodles as you like. Oh, prices are fair! Now a friendly advice: try to arrive early as the place is usually busy!

Plan B: If you’d rather eat pizza, head to Luzzo’s for delicious Neapolitan pies. For coffee lovers, I think Swallow Coffee is an excellent pick. Now, if you want to keep following a healthy diet, go to B.Good!

  • Danbo – 52 7th Ave, Brooklyn, NY 11217, United States
  • Swallow Coffee – 156 Atlantic Ave, Brooklyn, NY 11201, United States
  • Luzzo’s – 145 Atlantic Ave, Brooklyn, NY 11201, United States
  • B.Good – 141 Montague St, Brooklyn, NY 11201, United States

Wander around town houses

Brooklyn architecture is Instagram-perfect!

If it’s just drizzling or you really don’t mind the rain, grab your umbrella and walk around those lovely streets to look at those historical town houses. If you’re into photography, bring a camera (or a tripod and a friend) to take pictures with Brooklyn in the background. I bet it will make your Instagram look awesome!

What do you like doing on rainy days? Share in the comments below!

Outdoor Activities For Each Season in New York

If you think of New York as a concrete jungle where dreams are made of, think twice. First of all, it’s tough as hell to make your wishes come true here. Also because there’s a lot of nature to explore in this area. Obviously I’m talking about places beyond crammed Manhattan!

Truth be told I’m super into city life, but every now and then I like to have a weekend getaway to explore different spots of the state. That’s why I gathered a few outdoor activities you can pick for each time of the year. Whether this is your first time traveling to NYC, you reside here or you’ve come countless times, there’s always something new to try. Wanna bet?

A campsite in Hickock Brook - pond view
Lake view in Hickock Brook Campsite

SUMMER: GO CAMPING UPSTATE

With a view to the pond and the trees, I strongly suggest going fishing or camping in the remote area of Hickock Brook, in the village of Eldred. It’s a beautiful location and the water is amazing to go for a swim during summertime. Plus, you don’t need to pay any fees and there are many campsites along the public forest access road and near the water. Try to bring your crew early that way you can easily park and set up your tents in the best area: by the pond!

Another option: Go kayaking in Long Island!

Ocean view Caumsett Park
Feel the ocean breeze in Caumsett State Park

FALL: RIDE A BIKE IN CAUMSETT STATE PARK

Most people like to go apple or pumpkin picking, but if you’d rather skip the Instagram tour, I strongly suggest driving to Caumsett State Historic Park Preserve in Long Island. It’s perfect to breathe some fresh air, watch the ocean waves, take a look at the pond, have a picnic, go hiking or riding your bike (or a horse!!!) with family and friends. Okay, I admit it: it’s also very instagrammable.

Park hours:

The park is open from sunrise to sunset, 7 days a week, year round.

Price: $8 per vehicle. They have bathroom and vending machine by the entrance.

Fall in Caumsett State Park
Great spot to ride bikes in the fall at Caumsett State Park

WINTER: SPEND THE WEEKEND IN CATSKILLS

If it’s snow you want, why don’t you book an airbnb and spend the weekend in Catskills? The peace, the quiet and the cold – all in one place. Now if you’re thinking of doing some exercise or practicing some winter sports, there are many hiking trails or ski resorts – the latter found in Hunter Mountain and Belleayre Mountain.

Another option: see a lighthouse in Fire Island.

Coe Hall Mansion in Spring
Beautiful view of the Coe Hall Mansion
Bleeding Hearts Flowers in Planting Fields Arboretum
Bleeding Hearts Flowers in Planting Fields Arboretum

SPRING: EXPLORE AN ARBORETUM

If you’re thinking of a short trip to appreciate spring beyond cherry blossoms, you should definitely check Planting Fields Arboretum. It’s also a historic state park where you can visit greenhouses, take pictures of different kinds of flowers and trees, learn more about architecture and even travel back in time by going inside the amazing Coe Hall Mansion. I promise you’ll have a wonderful time in spring if you decide to go there! It’s awesome to go with all your loved ones and they offer a bunch of activities for kids, too!

Park hours:

9:00 AM – 5:00 PM every day
Price: $8 per car every day between Memorial Day and Labor Day
Free for Seniors 62+ Monday through Friday

Greenhouse in Long Island
Greenhouse in Long Island

If you’re a bit indecisive or don’t know when is the best season to book a flight to New York, I strongly suggest you check this article right here.

Hope you enjoyed the tips! Follow me on Instagram to check out more of my NY adventures!

The Vessel: NYC’s Newest Attraction

New York really does not stop. The city is always reinventing itself and making sure you keep coming back. This time the hottest spot is located in Hudson Yards, a brand new neighborhood in Manhattan – yes, apparently there is always room to fit some more buildings for the upperclass in this crammed island.

The area is not entirely finished, therefore it is full of construction sites. However, the giant sculpture called Vessel and the shopping mall are already open to the public.

Vessel, a giant sculpture in Hudson Yards.
Vessel, a giant sculpture in Hudson Yards.

WHAT IS THE VESSEL?

The Vessel is a landmark that has been attracting both locals and tourists due to its innovative design and access to a cool view of the Hudson River and, of course, numerous skyscrapers! Not to mention the possibility of shooting many pictures to keep your Instagram feed fresh – I dare you to go there and not come back with one single photo!

Shaped like a beehive, it was designed by Thomas Heatherwick. The monument is a 16-story structure of connected staircases with 2,500 steps. There is also a curved elevator, making the site accessible to everyone.

Vessel, a giant sculpture in Hudson Yards.
Vessel, a giant sculpture in Hudson Yards.

HOW TO ENTER THE VESSEL?

The entrance is free but it might take you a while to get those tickets. If you want to book in advance, you might have to wait two weeks. Now if you’re in a hurry to check it out, they offer an option for the early birds: go to their website and wait in line. Due to its high demand, it can take up a long time (I waited an hour!). Also, you can get more than one ticket (I got 5, for my friends and I hehe!)

HOW TO GET TO THE VESSEL?

If you are somewhere close to Times Square, take the 7 train! It will take you all the way to the west side. It’s just one stop and a lot of flights up. It will be incredibly easy to spot the Vessel once you get off the station.

View from the floor, in the center of the Vessel.
View from the floor, in the center of the Vessel.

WHY VISIT THE VESSEL?

Aside from having fun climbing stairs, taking the best pictures and enjoying the view of the city from a new angle, you can also go shopping or grab some food or drinks at The Shops, a luxurious shopping mall. Nearby you can also walk along The High Line, once train tracks that were turned into a cool suspended park. But honestly the best part of visiting the Vessel is seeing how the Big Apple is always reinventing itself!

Would you like to visit the Vessel on your next trip to NYC? Leave your comment below!

5 Dicas Sobre Criatividade

Nesses último meses eu tenho estudando e pesquisado bastante sobre como melhorar profissionalmente. Como trabalho com comunicação e educação, é primordial que eu esteja sempre buscando ser mais criativa. Ano passado, eu fiz o curso de Reaprendizagem Criativa da Keep Learning  e aprendi bastantes técnicas e ideias de como dar um boost de criatividade. Hoje, vou compartilhar cinco dicas que aprendi nas aulas. Elas têm dado certo para mim e pode dar certo para você também.

SEJA CURIOSO

Questione tudo. Você se lembra quando era criança e sempre perguntava “o que é isso?” ou “por quê?”. Pois é, infelizmente a escola tira essa boa mania de questionar tudo, e só aprender a responder gabarito. Dessa maneira, perdemos uma habilidade poderosa que interfere bastante na criatividade. Essa habilidade é perguntar, questionar, avaliar. Menos memorização, e mais indagação. Esse lema pode te levar longe!

DESAPRENDA

Além de sempre ter uma mente questionadora, é preciso ter a capacidade de desaprender, reaprender ou ainda aprender algo novo. “Problemas novos não podem ser solucionados com ideias antigas”, é o que mais Murilo Gun repete nas aulas do curso.

Experimente algo novo. Combinar referências pode resultar na criação de algo inovador incrível!

LEIA

Leia, qualquer coisa que seja do seu interesse – ou não. Na verdade, quanto mais diferentão, melhor ainda. Tente aprender sobre tudo um pouco. Quanto mais referências você tiver, maior o seu arcabouço e, consequentemente, mais chances de você combinar informações para criar algo inovador. Livros como Austin Kleon “Mostre Seu Trabalho“,” Roube Como Um Artista“, “The War of Art” ou “O caminho do artista” também dão várias dicas para impulsionar a criatividade que existe dentro de você.

ESCUTE

Outro dia me peguei ouvindo uma entrevista inspiradora com a escritora Elizabeth Gilbert, autora de Grande Magia. O papo foi promovido pela gigante educacional TED. Nessa conversa descontraída, ela fala sobre como é preciso ter paixão, curiosidade, coragem e persistência para ter criatividade. Gilbert disse que não pode controlar sorte ou talento, mas pode administrar o quanto ela se dedica ao trabalho dela. Ela ainda afirma que medo faz parte do processo criativo também. E mais: a artista também conta sobre suas experiências pessoais com amor, depressão e luto. O podcast está disponível em inglês.

MUDE

Saia da rotina. Faça um caminho diferente, escute uma playlist inusitada no Spotify. Fale com alguém na rua. Ande de trás pra frente. Viaje para um lugar que não estava nos seus planos. Pinte o cabelo de uma cor inesperada. Procure criar hábitos novos. Quanto mais acesso ao novo você tiver, maiores são as chances de criar gatilhos de criatividade.

O que você faz para se tornar uma pessoa mais criativa?

Você é amador ou profissional?

Andre Agassi é um tenista que odeia jogar tênis. Embora seja um atleta com várias medalhas e troféus na mão, ele não é a única celebridade a admitir que odeia a profissão que o tornou rico e famoso. “Eu jogo tênis para ganhar a vida embora eu odeie, sempre odiei como uma paixão sombria e secreta”, revela Agassi já nas primeiras páginas da sua autobiografia.

Agora você para um pouco e pensa: como é que um jogador bem-sucedido pode ter ódio por aquilo que o trouxe tanto reconhecimento e dinheiro?

A resposta é simples: profissionalismo. 

TALENTO OU EMPENHO?

Eu trago esse exemplo aqui para mostrar que um dos mais prestigiados esportistas do mundo não precisou de dom, vocação ou fascínio para conquistar o topo. Agassi soube identificar a diferença entre ser amador e profissional!

Infelizmente não dá para controlar o nível de talento com o qual cada um de nós nasce. Todavia, é possível administrar disciplina, dedicação e motivação. E mais: é importante trabalhar duro e de maneira inteligente.

E é aí que está a diferença entre uma pessoa amadora e profissional: a última nunca desiste, é consistente e tem autovalidação – a capacidade de julgar de maneira racional o trabalho que faz. 

“O aspecto mais importante da arte é o trabalho. Nada importa mais do que sentar todo dia e tentar”, afirma o escritor Steven Pressfield no livro A Guerra da Arte. 

AMADORISMO X PROFISSIONALISMO

Portanto, profissionalismo tem tudo a ver com foco, determinação, cumprir prazos, atingir metas e saber gerenciar as prioridades. Já o amadorismo consiste em distração, procrastinação, desmotivação, atraso e preferência pelo que for urgente. “Amadores têm hábitos amadores. Profissionais têm hábitos profissionais”, acrescenta Pressfield em seu outro livro: Turning Pro.

Por sinal, ao falar em tipos de profissionais, também dá para dividir os empreendedores em duas categorias: os que estudaram e aqueles que não tinham outra opção a não ser empreender. Todos os dois grupos têm a capacidade de obter sucesso mas o que vai garantir esse resultado positivo é o esforço que cada um põe no seu negócio.

Sendo assim, aprenda sete passos para se tornar uma empreendedora mais disciplinada e profissional:

  1. Escreva tudo que precisa fazer em uma única página – isso proporciona confiança e clareza nos seus objetivos;
  2. Procure motivação e inspiração em simples elogios (não desista);
  3. Procure sempre trocar de posição – tente entender não só o seu ponto de vista, como também o dos seus clientes;
  4. Faça um excelente trabalho – surpreenda o seu público;
  5. Não seja perfeccionista – saiba reconhecer um bom trabalho (autovalidação);
  6. Cumpra as suas promessas (seja consistente);
  7. Dê aos seus consumidores algo para compartilhar – nunca esqueça do incrível poder do boca a boca!

E você, se considera uma pessoa amadora ou profissional? Escreva aqui nos comentários!

25 Lições Que Aprendi Com o Livro #GIRLBOSS

Se tinha um livro que eu achava super modinha e não dava o valor merecido, era o tal do #Girlboss. Escrito por Sophia Amoruso, a mulher responsável pela Nasty Gal, eu já tinha lido a amostra umas duas vezes, mas sei lá por qual motivo acabava sempre deixando para depois.

Como ando muito interessada em empreendedorismo feminino e esse livro é uma referência para quem trabalha – ou sonha em trabalhar – na área, resolvi dar uma nova chance. Achei por oito dólares em um sebo aqui em Nova York e levei! Resultado: comecei a ler no sábado e terminei no dia seguinte.

Como ela mesmo diz (“seja o seu próprio ídolo”), eu não a considero o maior exemplo a ser seguido. Afinal, ela carrega nas costas uma lista de roubos, mentiras e sabe-se lá o que mais de ilícito. Entretanto, não tem como negar que ela encontrou o caminho certo para se tornar a atual empresária bem sucedida que é. Além de falar de suas aventuras e loucuras, Sophia Amoruso dá dicas de estilo, finanças, comportamento, emprego e, claro, negócios.

Com uma leitura divertida, objetiva e clara, a obra é fácil de começar e terminar. Mesmo lendo rápido, eu grifei várias partes relevantes que vou compartilhar aqui.

EMPRENDEDORISMO

1. É preciso ser teimosa para ter sucesso como empreendedora.

2. Ouvir e falar com seus clientes é essencial – responda todos os comentários e e-mails, trate-os como se fossem seus amigos.

3. Combine trabalho duro, criatividade e autodeterminação para ver as coisas começarem a acontecer.

4. Questione tudo e seja seu próprio ídolo.

FINANÇAS

5. Dinheiro soletra liberdade, portanto aprender a administrar o seu dinheiro é uma das coisas mais importantes que você fará em toda a sua vida.

6. Estar numa boa posição financeira pode abrir várias portas!

7. Venda algo por mais do que pagou nele, e saiba poupar mais do que gastar.

8. Trate sua poupança e investimentos como se fosse mais uma conta. Todo mês ela tem que ser paga, caso contrário haverá consequências.

9. Dinheiro é mais bonito no banco do que no seu pé.

10. Gaste dinheiro quando for um investimento para o seu bem-estar, não porque você está entediada e não tem nada melhor pra fazer.

11. Aprenda a separar dinheiro de emoções o máximo que puder.

MINDSET

12. Não espere que o mundo leia a sua mente. Pergunte para obter o que deseja! Quer um aumento? Pergunte ao seu chefe. Simples!

13. Pensamento mágico é a alquimia da qual você pode fazer uso para visualizar e projetar a vida pessoal e profissional que deseja.

14. Se você acreditar em algo, outras pessoas também vão passar a acreditar.

15. Enquanto devemos ter intenções de realizar os nossos sonhos, também é importante deve deixar espaço para o universo fazer a sua parte. Por exemplo, não fique focada em um emprego apenas, pois isso pode cegá-la para outras oportunidades que possam aparecer.

16. Controle seus pensamentos negativos. Foque nas coisas positivas e você vai ficar chocada no quanto mais coisas positivas vão começar a acontecer.

TRABALHO

17. Sempre veja o seu negócio como um trabalho em construção constante – nunca presuma que o que trabalho que fez foi o melhor já na primeira vez.

18. Quando o seu objetivo é ganhar experiência, perspectiva e conhecimento, falhar não é mais uma possibilidade. Falhar é invenção sua! 

19. Não importa em que fase você está na sua vida, você vai poupar muito tempo se não se preocupar muito com o que as pessoas pensam a seu respeito. O mais cedo que aprender isso, mais fácil todo o resto vai ser. Você é quem você é, então se acostume!

20. Esteja sempre à frente do mercado!

COMPORTAMENTO

21. Tem solução para t-u-d-o.

22. Questione, leia tudo e pergunte muito. Você não vai conseguir ir muito longe só ouvindo a si mesmo. Assim, escute outras pessoas! É um dos maiores talentos que alguém pode ter.

23. Jovens são o futuro. Se eu quero estar sempre atualizada, é preciso estar perto e saber como eles jogam.

24. Crie o seu próprio trabalho. Torne-se um mestre no que faz. Se entregue completamente na sua cultura mas seja humilde: você nunca está acima de ninguém. Nunca se esqueça de onde veio. E sempre seja uma pessoa educada. Por sinal, os antigos costume, como mandar uma carta de agradecimento, podem te levar longe!

25. Se voce está sonhando alto, não desanime se tiver que começar com pouco. Deu certo para Sophia Amoruso, pode dar certo para você também!